Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

segunda-feira, dezembro 29, 2014

Sob um olhar atento

A janela do meu olhar
Deixa a brisa passar 
O vento leva e trás o dia
Cada dia, o sol e as estrelas

Então, foram 365 dias assim
sol, lua, estrelas e nuvens
muita música para embalar
o meu pensamento e desejo

Ah, sim, desejo muito mesmo
mas é tão difícil, uma utopia
como harmonia sem acorde
alimentando o coração poeta

O amor.

Sim, é ele, somente ele
a fonte renovável do impossível
que dá a força para atravessar
as pontes do novo tempo

Enquanto ele não vem
olhos atentos registraram
os mais belos momentos
desta vida fascinante!

Eu te vi em cada clique.

Sissym


*

Fotos de minha autoria:


FELIZ ANO NOVO ! 
Muita Paz a todos.

domingo, dezembro 21, 2014

Asas do Pensamento



Lançarei ao vento 
o meu pensamento 
que é totalmente livre.

Ele tem asas para voar!

Plantarei luz às idéias
acesas das candeias
para causar deslumbre.

A quem de mim 
se aproximar!


A vida é um perfeito jardim.

Onde vive uma rosa sonhadora.



(Sissym)



Música:  Andrea Bocelli - Ave Maria

*

domingo, dezembro 14, 2014

All About You


If I say a few words 
everyone will understand who is 
the absolute owner of my heart 

If I say where you live
everyone will understand who is 
who follow me in sweet dreams 



The dreams deepest 
with so much secrets 
And full of hope!

All of the stars 
Shine to your way 
When you just smile 

I can see you!  

I'm here by the side 
You after the ocean 
So close and yet so far 

"You're on the other side 
as the skyline splits in two 
Miles away from seeing you

Games of destination 
I would love to change 
The wind direction 

To kiss you once 
wishing "Goodnight" 
touching your heart 

I can see you 
I can feel you 
In the parallel world 

In many lonely nights 


"So open your eyes and see 
The way our horizons meet 
And all of the lights will lead 
Into the night with me




Sissym 
(I never give up)

*

segunda-feira, dezembro 08, 2014

Chamando a Moleca

Eu me encontrei, por acaso, no PENSADOR do UOL

Gostei !

Republico a resposta marota ao amigo que mora no coração. 


"Olá, Sissym.
José enviou um recado para você no diHITT:

Oh moça! 
Faça o favor de chamar minha amiga Moleca. 
Beijão "







Tomboy (but a girly girl !)


Traquinagem... molecagem...
olhar maroto, sorriso de lado
a alma é livre, meio selvagem
não me olhe assim espantado

Já subi em árvores e telhados
juro que quase voei de verdade
colori a vida com ricos traçados
pintei o futuro fazendo amizade

Falando nisso, adoro o jornaleiro
ops... nada disso, é o apaziguador
é como um anjo, fiel, verdadeiro
falá sério, brinca, é um educador

Aponta minhas trilhas iluminadas
aquelas que, serelepe, não as vejo
lembra-me de pessoas obstinadas
se caem, levantam, como lampejo

Nas retrucagens do pensamento
sobre dignidade e sobrevivência
Regozija do meu contentamento
de soluções, de paz e consciência

Pois bem, amigo meu, estimado...
para você faço estrelas brilharem
pois na vida estamos de passagem.

(por Sissym)








"Quem conhece os outros é sábio.
Quem conhece a si mesmo é iluminado.
-Lao-Tsé"
"É fácil amar os que estão longe.
Mas nem sempre é fácil amar os
que vivem ao nosso lado.
--Madre Teresa de Calcutá"

segunda-feira, dezembro 01, 2014

WhatsApp

As redes sociais ajudam a reencontros,
paqueras e aproximações distantes.
Também promovem separações.

E este aqui,


reina absoluto em reuniões, cinemas, 
teatros, restaurantes, praias, calçadas,
todo e qualquer meio de transporte...

 O que pergunto: e agora?


Como ficam os relacionamentos 
se o amor está nas pontas dos dedos?

As amizades foram estreitadas e afastadas.

Não há mais diálogos.

Diálogos que emitem vozes
e encontro de olhares.

Tenho visto pessoas sentadas à mesa 
e não se falam, cada uma entretida
no seu mundo particular:  
o celular com internet.

É esquisito.


domingo, novembro 23, 2014

Interior

Interior


*

Algumas vezes 
Somente algumas vezes 
Estou escondida 
no meu interior 
Apenas observando

Não é habitues
Somente às vezes
Estou resguardada
do meu eu sonhador
Apenas pensando

É que ele,
o meu melhor sonho,
está ao mesmo tempo perto
e completamente distante
Nem imagina que respiro

Aquela notícia da semana
enclausurou o futuro 
Entrei em mim mesma
para meditar o presente
e assim reconstruir a vida

A de fato.

Por enquanto,
sou arvores de folhas secas
sou um ar leve mas frio
O coração é quente
perdido naquele infinito.

Se eu acreditasse
não tivesse receio
me protegeria menos
e quem sabe ...
quem sabe.

Abriria!

Sissym


É o que sou.


*


domingo, novembro 16, 2014

The Last Breath

The last breath

O último suspiro

Aconteceu assim:


Começou com um sussurro
No pé do meu ouvido

Estremeci por completo

Um efeito quase mágico
Desnudou a minha alma
E assim despiu meu corpo


A sedução é arte!
Ou faz artes?!

Ainda não sei se 
a imaginação é arte 
ou se é a arte 
que transforma 
a imaginação.

Eu só pinto o sete.

De preferência em P&B.

As nuances das sombras
são provocantes
Na cabeça, no corpo 
e nas mãos 
de uma escritora.


Sissym



domingo, novembro 09, 2014

Poesia do Tempo e da Vida

O Tempo e a Vida


Photos by Joachim Nell (Irrlicht's Blog)


This first image made me think of my father who has died. 
The lives of people I love. 
On many seniors who walk the streets alone. 
And my future.


Ele vai de mansinho
Levando e levantando
as folhas mortas no chão

No trilho abandonado
percorreram histórias 
de amor e de tragédias

Muitos chegaram
Outros se foram
Alguns ficaram,

Por enquanto!

Sozinho,
Não se deveria andar 
Ficar só, também não

O tempo se encarrega
de juntar ou separar
histórias e amores

Sábio foi aquele
que atravessou aléias
semeando a paz

E entre 
uma vírgula e um ponto,
construiu pontes!



* Sissym *


Músicas:  Ludovico Einaudi 

1) " Walk "

2) " In un'altra Vida "






Poetry of Time and Life

It goes softly 
Carrying and raising 
dead leaves on the ground 

 The abandoned rail 
toured the stories 
of love and tragedies 

Many arrived 
Others were 
Some stayed, 

 For now! 

 Lonely, 
One should not walk 
Stay only, nor 

Time takes charge 
joining or sort out 
stories and loves 

Wise was that one 
that crossed alleys 
sowing the peace 

And between 
a comma and a dot, 
built bridges!


* Sissym *

domingo, novembro 02, 2014

Quase ...




Eu chego lá quando quase consegue tocar
pura sedução que estremece todo o corpo
Mente e vontade estão prestes a se deitar
nas palavras, nas canções, neste escopo

Dormindo sou capaz de ouvi-lo sussurrar
talante idéia de ficar junto e poder agarrar
corpos desnudos com pressa para devorar
a saudade louca e deliciosa de enfim amar

Imagino voce como um sensual vampiro
sem hesitar, entregaria esta latejante veia
para sua mordida daria um único suspiro
do amor, da seiva, meu sangue, à sua ceia

Abro as portas do desejo, mas não o vejo
tenho certeza que a realidade vai chegar
seja você cá ou eu lá, começou o festejo
para noite inteira estar pronta a lhe saciar.

(por Sissym)



domingo, outubro 26, 2014

Desejo e Despudor

Desire and Sexiness





A loucura faz parte da gente
a loucura e o tenso despudor
o despudor e o desejo latente
sensações secretas do interior

Vontade de possuir e de saciar
apetite sexual ou de fazer algo
nesta noite de virada e de luar
se aninha de modo requintado

Imagino que

os corpos se agitam no compasso
despem-se rápidos e sem pudor
entregam-se em ardente amasso
durante cálidas horas deste amor

ahhh... 

suspiro...



Então, ousada e ao seu lado
fantasiando libido sem ensaio
o êxtase já tomou significado
réplica ao tesão desde o início

Falta pouco... pouco para tocar
o seu corpo másculo e inesquecível
o meu lateja o desejo de se entregar
ao delirante prazer tão apetecível.

(por Sissym)




A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios.
Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente,
antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.
Charles Chaplin

domingo, outubro 19, 2014

Sexiness ...



Sensualidade





IT JUST BE,

I.E.,

UNIQUE AND UNFORGETTABLE...



                           

*


Inclination for the pleasures of the senses


*

Sissym











quinta-feira, outubro 16, 2014

Let's talk about INEQUALITY #BAD 2014

The push to end extreme #inequality: 


Please, use Google Translate find to your right


Há várias formas de desigualdade social: de raça, etária, discriminação de gênero, de saúde, de classes sociais, econômica (esta ocorre pela distribuição desigual de renda e de oportunidades), de escolaridade (a falta de acesso à educação e cultura é o entrave que compromete o futuro) e de justiça. 

*

A desigualdade das condições de vida é um tema difícil de se modificar por ser historicamente antiga. O foco é a renda e esta é centralizada por uma minoria em todo o mundo.  Esta minoria que detém o poder de 1% de absoluta riqueza. Apesar da globalização aproximar as nações engajadas em ajudar os mais necessitados, os investimentos e trabalhos humanitários não tem sido suficientes para sanar esta questão que leva à pobreza extrema milhões de pessoas neste planeta. A ausência de equilíbrio alimenta a desproporção e faz questionar os valores humanos mais essenciais.

A desigualdade é um abismo.  No vasto fundo vivem os que são excluídos de seus direitos.  Este mundo abissal é muito sofredor e por isso gera conflitos levando à falta de segurança, esta praticada pela violência moral, física, de identidade cultural, religiosa e muitas vezes ligada à terra.  A terra representa o poder e o patrimônio.  Alguns povos tentam implantar a descentralização gerando a desordem e esta condena inocentes à morte.  




BLOG ACTION DAY 2014



Hoje os leitores de todo o mundo poderão encontrar em textos, gráficos, vídeos e imagens trabalhos científicos minuciosos produzidos por blogueiros que pretendem atingir a todos de maneira que reflitam como fazer parte da grande mudança nas condições desfavoráveis que milhões de humanos vivem.

Quando o tema "Desigualdade" foi estabelecido, a imagem abaixo apareceu durante uma busca de informações na internet. Ela está salva na memória para não ser esquecida e servir de motivação para buscar uma saída de erradicar a extrema pobreza e a violência.  


Esta criança e todas mais precisam de viver com dignidade. 

Direitos Humanos!

Vamos mudar isso!

*
Aproveito para falar sobre a escassez de água 
no Estado e na Capital de São Paulo, lembrando de que
nossa ignorância e insolência é responsável pelo
aquecimento global que já afetou o clima no planeta,
a minha proposta é de que tenhamos
atitudes conscientes evitando, por exemplo,
o desperdício de água e  também de alimentos.

Há muitas idéias, vamos compartilhar.

*

Texto de Sissym


*

Please, use Google Translate find to your right


Comments

Google+ ( here )
Twitter ( Sis_Mascarenhas )
Facebook ( Sissym Mascarenhas )
Pinterest ( here )
or by email: ( sissi.mascarenhas@gmail.com )

segunda-feira, outubro 13, 2014

Intensamente, pois o amor é um oceano



"Pensei em você intensamente
Com doçura
Com desejo
Por lhe querer
Por lhe querer bem
Sentindo a inspiração."

Beijos, Sissym


"Pois pensei em você docemente
Com vontades
Com leveza
Sem certeza
Solto no ar
Leve no prazer 
de simplesmente amar."

( Ele )


*

Ao ler a resposta acima, escrevi:  "responderei no seu ouvido"

Mas ao vê-lo, conclui que 
deveria continuar este poema de amor,
porque estar ao lado dele
são inesquecíveis momentos.

Ao me deixar em casa, 
ele segurou o meu rosto
com suas mãos tão amáveis
e me chamou de "meu amor".

*


Pois nas vias surreais desta existência
Você fez levitar e eclodir
Sonhos, Desejos e Fantasias
Mostro-me tão menina e sapeca
tão mulher e intensa
e tão faminta! 

Todavia, é urgente cessar a resistência
pois, ao ouvir sua voz
cada sílaba do que tem a dizer, 
quando me abraça com doçura,
me olha nos olhos com naturalidade,
eu preciso expressar...

ao que me chamou,

Meu Amor!


Feliz Ano Novo!

(poema de 31/12/2012)










domingo, outubro 05, 2014

Com todas as letras






*

Com todas as letras
Eu vou lhe encontrar
No pensamento
No desejo
Na vontade

Se me basta um olhar
ou uma unica palavra
para desejar escrever,
fico ofegante
quando a inspiração
toma conta de mim.

Preciso urgentemente escrever
assim como do ar para viver.

Ler, escrever e ouvir musica,
me dão muito prazer.
E voce, também!

*

Sissym




- "Adorei a poesia (Vias Surreais), me emocionei mesmo. 
Ela está tão impregnada destes nossos dias 
que vai espalhar emoções a quem tiver 
a oportunidade de parar e ler. 
Começa assim mais um livro de poesias 
de paixão de aventura e de tesão, com todas as letras."

segunda-feira, setembro 29, 2014

Como folhas secas


*

As vezes a vida seca
como as folhas 
que ontem eram vívidas

Cada folha tem sua história
mas hoje elas estão deitadas
num trilho abandonado

e infinito

E basta um vento leve
para levantá-las mais uma vez
mesmo estando mortas

Ouve-se um estalejar suave
produzido pelos passos
de uma dama solitária 

e também

O som das folhas quebrando
acompanhados pelo cantar
dos passarinhos que ora voam

Ela olha mas não olha
Pensa mas não pensa
está assim como as folhas

Ontem com vida
Hoje voando pelo chão.

*

Sissym